domingo, 25 de novembro de 2018

Dermatologista destaca como evitar os danos do sol na pele

Dermatologista destaca  tudo que você precisa saber para evitar os danos do sol na pele(Imagem: Divulgação)

Vamos falar sobre um assunto muito importante, principalmente nessa época do ano em que o índice de radiação solar é maior. Que tal saber um pouco sobre como proteger a pele e evitar os danos causados pelo sol?

#Beleza O dermatologista Dr. Jardis Volpe, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia, explica o que você precisa saber sobre fotoproteção:

Quanto protetor solar devo usar e com que frequência devo aplicá-lo?

“Para obter a proteção do fator de proteção solar (FPS) descrito na rotulagem é necessário aplicar 2mg/cm2. De forma prática, se pensarmos na pele do rosto, equivale a uma colher de café cheia”, conta. No caso da pele do corpo, o consenso é aplicar: uma colher de café no braço e antebraço direitos; uma colher no braço e antebraço esquerdos; duas colheres no torso (1 para a frente e 1 para as costas); duas colheres para a coxa e perna direitas (1 para a parte da frente e 1 para a parte de trás); e duas colheres para coxa e perna esquerdas (1 para a parte da frente e 1 para a parte de trás).

Qual é a diferença entre filtros solares químicos e físicos?

Os filtros solares químicos funcionam como uma esponja, absorvendo os raios do sol. Eles contêm um ou mais dos seguintes ingredientes ativos: oxibenzona, avobenzona, octisalato, octocrileno, homosalato e octinoxato. Estas formulações tendem a ser mais fáceis de esfregar na pele sem deixar um resíduo branco. “Já os filtros solares físicos funcionam como um escudo, uma barreira de tijolos na superfície de sua pele e que desviam os raios do sol. Eles contêm os ingredientes ativos óxido de zinco e/ou dióxido de titânio. Opte por este protetor solar se tiver pele sensível. O ideal é que tenha os dois tipos de proteção.”

Um FPS de alto número é melhor que um número baixo?

Dermatologistas recomendam usar um filtro solar com um FPS de pelo menos 30, que bloqueia 97% dos raios UVB do sol. “Produtos com FPS mais altos bloqueiam um pouco mais dos raios UVB do sol, mas nenhum protetor solar pode bloquear 100% dos raios UVB do sol”, afirma.

Como faço para tratar uma queimadura solar?

É importante começar a tratar uma queimadura o mais cedo possível. Além de impedir mais exposição aos raios UV, os dermatologistas recomendam o tratamento de queimaduras solares com: banhos frios para reduzir o calor; hidratante para ajudar a aliviar o desconforto causado pelo ressecamento; creme de hidrocortisona que você pode comprar sem receita médica para ajudar a aliviar o desconforto; aspirina ou ibuprofeno, que ajudam a reduzir o inchaço, vermelhidão e desconforto na pele; beber água extra para evitar a desidratação. “Se a sua pele estiver com bolhas, você terá uma queimadura de segundo grau. É hora de buscar ajuda médica”, finaliza.






Me encontre nas redes sociais:

Fonte: Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, obrigada pela visita! Gostou do post? Deixe sua opinião!

Postagens populares

Seguidores

Moda & Imagem

Li Garone || Difluir || Blogger